ar de diáspora humana

faz quase uma semana não sei de minha familia em cuba. lá estão sem “tempo” de internet. porém a distância há criado uma forma de comunicação diferente, que é o de confiar e de desejar bem sem a pressão da nostalgia. porque cada um escolhe estar onde está. nos amamos e sabemos de nosso amor pelos nossa familia, ora distante. esse amor as vezes machuca pois a distância se perpetua. temos crescido nesse ar de diáspora humana. ter imigrado me fez de outra especie. um ser que habita com ausências e solitudes em demasia. haja sol para estas sombras longincuas. haja vida para esta temporada de hastios. #sobrevivente!

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s