FACTOR COMÚN: A História Real

Amanhã ia ser um dia especial. Tudo porque com ajuda de vários amigos íamos projetar pela primeira vez em Cuba, a web-serie animada Factor Común que eu idealizei e escrevi durante o ano 2011 e que foi produzido para internet. Factor Común é a historia de três jovens cubanos que juntam seus esforços para criar um projeto sociocultural comunitário, enfrentando-se aos desafios de se organizar numa realidade institucional burocrática e com um governo totalitário como o cubano, e que o único que possuem é a vontade de fazer seu projeto acontecer.

factor comun

A energia não poderia ser mais bonita. O lugar escolhido para a Premier Real – já que a serie jamais foi vista em Cuba por causa da censura a internet – seria em La Oficina, um projeto independente que trabalha com audiovisuais e fotografia que nascera há pouco tempo no Vedado, no bairro mais movimentado de La Habana.

O principal objetivo era mostrar os muñequitos para os amigos, e com umas copias mais assegurar que Factor Común começasse a circular pelos computadores cubanos. Fizemos uns flyers– mó bonitinhos – para repartir em outros eventos e ativamos uma corrente de sms para avisar mais pessoas.

????????

Estava tudo pronto, mas hoje cedo, o Joan quem lidera o projeto de La Oficina me ligou para dizer que a projeção não poderia acontecer. Disse-me que os vizinhos – o projeto fica numa casinha num conjunto com várias outras casinhas que aqui chamam de solar – teriam começado a reclamar dos eventos que vem acontecendo lá.

No primeiro momento, aquele cancelamento me ferindo a alegria pessoal e o projeto de ver aquele trabalho sobre a realidade cubana ser projetado, era um acaso fortuito. Mas eu, sendo cubano, e vivendo o acaso com a perspicácia e desconfiança que por aqui temos, isto  era, simplesmente um dos fatos da realidade cubana que a própria série denuncia durante seus oito capítulos: a impossibilidade de fazer por ação individual ou de um grupo, qualquer evento independente paralelo às políticas ou instituições cubanas.

Na serie, os personagens lutam contra a rigidez dos burocratas, a má vontade e falta de diálogo dos militares e policiais, das pessoas frente às instituições, a presença de indivíduos em todas as capas sociais  que trabalham para informar o governo e instituições policiais sobre o trabalho de grupos independentes. Assim mesmo, os personagens debatem-se com as diferenças comuns entre indivíduos e os conflitos naturais de quem precisa se organizar para fazer algo acontecer.

Factor Común se fez real nesta manhã. Era a ação evidente de pessoas mal intencionadas, da ação de pessoas próximas de mim, que informaram do evento a pessoas responsáveis por censurar e limitar a ação de pessoas, grupos independentes, artistas, intelectuais que de uma forma ou outra, manifestem e denunciem as arbitrariedades de um governo totalitário como o deste país.

Mas na série, o desejo de triunfar dos três protagonistas e da comunidade onde o projeto atua se faz valer, e mesmo contra todo prognóstico e contra as adversas situações da sociedade e os dirigentes das instituições, logram manter Factor Común funcionando.

factor 2

Então hoje – o momento que vocês estarão lendo isto – será um dia especial. A pesar do que não se espera, meus amigos e eu – e até algum desses Juan e Pedro que trabalham encobertos favorecendo o controle governamental sobre a liberdade dos cidadãos cubanos – faremos a Premier Real de Factor Común, e como nos tempos de guerrilha urbana, transferiremos a projeção para outro sitio. O objetivo de mostrar para os amigos uma história que deixa uma semente de luz e possibilidade dentro de uma sociedade catatônica e medrosa, sobre os sonhos de uma geração que nunca deixou de lutar pela liberdade real deste país, que nos pertence por herança histórica e que o poder dos homens insiste em nos tirar, será realidade.

Factor Común existe! Factor Común es real!

Assista a série em http://www.youtube.com/playlist?list=PLiY0yLBAjk8H6erGe1EXxN-Bah8OD1eOU 

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s